Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Quinta-feira, 18 Abril 2019
Secções
5.ª Bienal Internacional de Arte de Espinho
 

i Exposições Temporárias

25 Abr a 22 Jun

Espinho

5.ª Bienal Internacional de Arte de Espinho

  • Porto
  • |
  • 02 Out a 17 Jan
  • i Exposições Temporárias

Como (…) coisas que não existem

uma exposição a partir da 31ª Bienal de São Paulo

 
Exposição comissariada por Charles Esche, Galit Eilat e Oren Sagiv e organizada pela Fundação Bienal de São Paulo em parceria com a Fundação de Serralves, Museu de Arte Contemporânea, Porto, Portugal. Apoio: Ministério da Cultura do Brasil

O Museu de Arte Contemporânea de Serralves irá colaborar com a Fundação Bienal de São Paulo e os curadores desta edição na exposição que será realizada no Porto de outubro a janeiro de 2016. Esta parceria assinala a primeira vez na sua história que a Bienal de São Paulo viaja para fora do Brasil e é mostrada ao público europeu.

Como (viver) coisas que não existem apresenta 28 artistas e coletivos de artistas selecionados entre os participantes na 31ª Bienal de São Paulo, que teve lugar no pavilhão projetado por Oscar Niemeyer no Parque Ibirapuera de 6 de setembro a 7 de dezembro de 2014. A seleção curatorial para Serralves foi realizada por Charles Esche, Galit Eilat e Oren Sagiv, três dos curadores da exposição de São Paulo.   INAUGURAÇÃO: 01 OUT (QUI), 22H00, ENTRADA LIVRE   PROGRAMA NO TEMPO Como (falar de) coisas que não existem incluirá também um extensivo programa público desenvolvido pela equipa de curadores da Bienal em conjunto com o Serviço Educativo do Museu de Serralves. Esse programa decorrerá em três momentos fundamentais e baseia-se na investigação exaustiva levada a cabo pelos curadores da Bienal no Porto e em Lisboa, onde se reuniram com jovens artistas, ativistas e investigadores e visitaram espaços expositivos independentes, universidades e cooperativas de arte.  O primeiro momento, no dia da inauguração, analisará o encontro do público com o projeto artístico da Bienal de São Paulo. Durante o fim de semana imediatamente a seguir à inauguração haverá também um simpósio com o título "Da Educação - Arte e Educação participativa”, em que educadores, artistas e ativistas examinarão o potencial social e comunitário dos processos educativos.    02 OUT (SEX), 18h30  A Bienal de São Paulo, Conferência por Fabio Cypriano, Professor da Pontifícia Universidade Católica de SP e Crítico de Arte, Folha de São Paulo (Brasil)   03 OUT (SÁB), 14h30 – 18h00  Simpósio "Da Educação - Arte e Educação participativa"   03 OUT (SÁB), 18h30  Visita Guiada à exposição com os curadores Charles Esche e Galit Eilat    

 
 
uma exposição a partir da 31ª Bienal de São ...
Acções do Documento
 
Localização no Mapa
 
Agenda
Abril
Do
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
« Abril 2019 »
Newsletter