Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

sexta-feira, 22 Janeiro 2021
Secções
Indie Junior Allianz
 

i Festivais

26 a 31 Jan

Porto

Indie Junior Allianz

  • Valongo
  • |
  • 05 Out
  • i Festivais

Declaração Pública

MANIFESTUM - Arte de Dizer Valongo 2019

 
15:00h MANIFESTUM Arte de Dizer apresenta-se 15:20h Dever falar à conversa com João Gesta, João Habitualmente e Pedro Lamares na CM Valongo | 21:30h "Para atravessar contigo o deserto do Mundo" - Fórum Cultural de Ermesinde - Com Pedro Lamares e Lúcia Moniz

O Manifestum dá-se a conhecer, colhendo de Cesariny o desafio para a conversa. DEVER FALAR é matéria de transporte para João Gesta, João Habitualmente e Pedro Lamares para uma visita guiada aos domínios da palavra. Aqui a palavra de ordem é PALAVRA. Às 21:30h no Fórum Cultural de Ermesinde será apresentada a peça "Para atravessar contigo o deserto do Mundo".

Para Atravessar Contigo o Deserto do Mundo Para enfrentarmos juntos o terror da morte…Para ver a verdade, para perder o medo… Ao lado dos teus passos caminhei. A amizade de Sophia e Jorge de Sena é bem conhecida, até pelas cartas publicadas. Juntos, em separado, atravessaram o deserto de um país em ditadura. Sena exilou-se, Sophia ficou. Desse afastamento físico resulta a literatura epistolar da sua correspondência. Muito além da direta, há uma profunda correspondência de propósitos. A luta pela liberdade, pela ação, pela palavra. A Sophia é doce, mas não perdoa. Exige a verdade por inteiro para não habitar meio quarto. O Sena é duro e não perdoa. Lembra-nos os que foram e stripados, esfolados, queimados, gaseados, e os seus corpos amontoados tão anonimamente quanto haviam vivido. Juntos, colocam-nos num lugar onde somos chamados a decidir, a questionar. Um lugar onde a indiferença se mostra imperdoável. Para atravessar contigo o deserto do mundo é um exercício de intertexto. Intertexto entre dois poetas, entre dois atores, intertexto de afetos e uma luta comum, entre o mundo que temos e o que queremos. Uma pequenina luz bruxuleante e muda como a exatidão como a firmeza como a justiça. Apenas como elas. Mas brilha. Não na distância. Aqui, no meio de nós. Brilha

 
 
MANIFESTUM - Arte de Dizer Valongo 2019
Acções do Documento
 
 
Agenda
Janeiro
Do
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31
« Janeiro 2021 »
Newsletter