Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Segunda-feira, 24 Fevereiro 2020
Secções
Costa Magarakis
 

i Exposições Temporárias

11 Out a 03 Mai

S. João da Madeira

Costa Magarakis

  • Espinho
  • |
  • 25 Jan a 22 Fev
  • i Exposições Temporárias

Just the way we are

  • Museu Municipal de Espinho
  • |
  • 10:00h-17:00h, segundas a sexta-feiras; 10:00h-13:30h, sábados; 14:30h-18:00h, sábados; Encerra aos domingos e feriados.

Pintura de Alzira Relvas e Aurora Bernardo

 

A minha pintura, representa o Espaço e o Tempo, onde a presença humana está implícita. Olhar para os meus trabalhos é sentir a tridimensionalidade, dada pelos efeitos óticos e penetrar nos processos estruturais do universo físico. Vetores de tempo, de espaço, de circulação urbana, na rede tecnológica, de máquinas, de fluxos, de movimentos, que associamos à contemporaneidade, sociedade de velocidade, de padrões, de muita informação, e ainda assim de encontros e desencontros, sem esperança de interseção.

Refiro ainda que a obra de arte vista pelo autor é apenas uma parte dela própria. A sua total compreensão só é atingida mediante a contribuição, tanto das pessoas como do tempo. Alzira Relvas; Nas obras de Aurora Bernardo, surge uma dualidade muito presente na sua forma de ser, sonhadora e imaginativa, mas também atenta e consciente, da realidade que a rodeia. A liberdade, com que o abstracionismo orgânico lhe permite representar, os mundos imaginários onde a sua mente flui, com a explosão de formas e cores em pleno movimento, cheio de texturas e contrastes que desafiam a imaginação do observador, que por vezes interagem em simbiose, com o desenho figurativo, mais realista, que lhe permite fazer uma abordagem diferente dos temas atuais, nomeadamente a destruição dos oceanos, o martírio dos refugiados e a violência doméstica, em obras que pretendem alertar, por vezes até chocar, mas principalmente, contribuir para uma mudança global de atitudes e mentalidades.  Local: Átrio Norte I Poente do Fórum de Arte e Cultura de Espinho; Organização: Museu Municipal de Espinho



“Aurora Bernardo’s paintings clearly show her own duality, dreaming and imaginative, but also attentive and conscious of the reality that surrounds her. Organic abstractionism’s freedom allows her to represent imaginary worlds through which her mind flows, with an explosion of moving shapes and colours, with textures and contrasts challenging the observer’s imagination, sometimes symbiotically interacting with a more figurative, more realistic drawing, as to approach current themes in a different way. It can be the destruction of the oceans, the refugees suffering and domestic violence represented in works that are meant to call the attention, or even shock, but above all, to contribute to a global change of attitudes and mentalities. My paintings represent Space and Time, with an implicit human presence. To appreciate my work is to experience three-dimensionality provided by optic effects and to explore structural processes of the physical universe. Time, space, urban circulation, technologic network, machines, flows and movement vectors that we associate with contemporaneity, a society of speed, patterns, much information, yet also of matches and mismatches, expecting no intersection. I must also say that the work of art seen by its author is only a part of it. To understand it completely he needs the contribution of both people and time.” Alzira Relvas

“En las obras de Aurora Bernardo hay una dualidad muy presente en su forma de ser, soñadora e imaginativa, pero también atenta y consciente de la realidad al su rededor. La libertad del abstraccionismo orgánico le permite representar los mundos imaginarios en los que su mente fluye, con una explosión de formas y colores en pleno movimiento de texturas y contrastes que desafían la imaginación del observador, a veces interaccionando en simbiosis con el dibujo figurativo, pero realista, que le permite hacer un abordaje diferente de los temas actuales, sea la destruición de los océanos, el martirio de los refugiados o la violencia doméstica, con obras que intentan alertar, o mismo chocar, pero sobre todo, contribuir para un cambio global de actitudes y mentalidades. Mi pintura representa el Espacio y el Tiempo, donde está implícita la presencia humana. Ver a mis trabajos es sentir la tridimensionalidad lograda con efectos ópticos y penetrar en los procesos estructurales del universo físico. Vectores de tiempo, de espacio, de circulación urbana, en la red tecnológica, de máquinas, de flujos, de movimientos, que asociamos a la contemporaneidad, sociedad de velocidad, de padrones, de mucha información, aunque de encuentros y desencuentros, sin esperanza de intersección. La obra de arte vista por el autor es solo una parte de sí misma. Para comprenderla totalmente se necesita la contribución de las personas y del tiempo.” Alzira Relvas      

 
 
Pintura de Alzira Relvas e Aurora Bernardo
Acções do Documento
 
Proximidades

i Etc

02 Jan a 16 Dez

Espinho

Visitas Guiadas às Exposições Temporárias

Museu Municipal de Espinho

i Exposições Temporárias

25 Jan a 21 Mar

Espinho

PAZ+PACIENCIA=CONCIENCIA

Museu Municipal de Espinho

i Serviço Educativo

02 a 31 Mar

Espinho

Pinceladas de Memória

Museu Municipal de Espinho

 
Agenda
Fevereiro
Do
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
« Fevereiro 2020 »
Newsletter