Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Sábado, 28 Janeiro 2023
Secções
António Carneiro, O poeta com pincéis
 

i Exposições Temporárias

30 Out a 26 Fev

Matosinhos

António Carneiro, O poeta com pincéis

  • Vila Nova de Gaia
  • |
  • 21 Nov a 22 Jan
  • i Exposições Temporárias

Nadir Afonso: o Espaço e o Tempo

 

A sensibilidade às formas «O homem volta-se para a geometria como as plantas se voltam para o sol: é a mesma necessidade de clareza e todas as culturas foram iluminadas pela geometria, cujas formas despertam no espírito um sentimento de exatidão e de evidência absoluta.» Nadir Afonso. «É uma ilusão a crença de poder expressar na tela os sentimentos, sem recorrer à representação figurativa, como é uma ilusão crer que a expressão dos sentimentos íntimos gera a obra de Arte.» Nadir Afonso

  Pela segunda vez o Convento Corpus Christi recebe Nadir Afonso. A primeira exposição era constituída por desenhos, muitos deles alusivos a Gaia, ao Porto e ao Douro. Foram realizados na época em que Nadir Afonso era aluno da Escola de Belas Artes. A Ponte Luís I e o Mosteiro da Serra do Pilar impunham-se como motivo principal. Agora, no ano em que se celebra os 100 Anos de Nadir Afonso, são pinturas realizadas na diáspora, em Paris, que iremos encontrar nos 20 Anos de Abstracionismo Geométrico. Trata-se de uma viagem pelo percurso artístico de Nadir Afonso que nos dá uma perspetiva antológica do que foi a sua criação artística, desde os finais dos anos 40 até 1970, quando já tinha definido que o abstracionismo geométrico era a corrente artística com a qual mais se identificava e a sua linha orientadora tinha por base "a essência de arte é de origem geométrica”. A exposição inicia-se com uma icónica Composição Geométrica de 1947, a que se segue um núcleo de obras onde se incluem os períodos Pré-Geométricos, Barroco, Egípcio e Espacillimités, seguidos da alvorada das cidades que iriam marcar as décadas seguintes.


The Convent Corpus Christi hosts for the second time an exhibition of works by Nadir Afonso. This time, celebrating his 100th anniversary, on display are paintings made in Paris. It is a journey along the artistic path of Nadir Afonso, giving us an anthological perspective of his artistic creation, from the end of the 1940’s to 1970, when he had already determined that geometric abstractionism was the artistic movement with which he was most familiar and his guiding line was based on “the essence of art is of geometrical origin”.


Por segunda vez el Convento Corpus Christi recibe Nadir Afonso. Ahora, celebrando su 100.º aniversario, se presentan pinturas producidas en Paris. Se trata de un viaje por el recorrido artístico de Nadir Afonso que nos da una perspectiva antológica de lo que fue su creación artística, desde finales de los años 40 hasta 1970, cuando había ya definido que el abstraccionismo geométrico era la corriente artística con la que más se identificaba y su línea orientadora se basaba en “la esencia del arte es de origen geométrica”.

 
 
Nadir Afonso: o Espaço e o Tempo
Acções do Documento
 
 
Agenda
Janeiro
Do
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
« Janeiro 2023 »
Newsletter