Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Quarta-feira, 15 Julho 2020
Secções
Creative (Un)Makings: Disruptions in Art/Archeology
 

i Exposições Temporárias

18 Mai a 06 Set

Santo Tirso

Creative (Un)Makings: Disruptions in Art/Archeology

  • Porto
  • |
  • 04 Mai a 15 Jun
  • i Exposições Temporárias

Para morar devagar

Obras de Ana Pais Oliveira

 

Para morar devagar é um incentivo a morarmos e nos demorarmos na pintura, que se desdobra em diferentes suportes, escalas, materiais e processos para dar forma à ideia de casa, de lugar para sentir e morar e de arquitetura impossível, embora familiar. É a nossa capacidade de parar e ficar num determinado espaço que define a ideia de um lugar futuro, um lugar relacional e identitário que traz consigo essa eminência da presença e intervenção humana, da paisagem habitável e, por isso, da arquitetura.

A amplitude, a liberdade, a ausência de restrições e a independência em relação ao ser humano são, nesse processo, substituídos por ocupação física, experiência, ação e memória, uma transformação que só acontece com a passagem do tempo. É este tempo que nos faz falta e do qual precisamos, com urgência. É o tempo que nos permitirá parar, ficar, sentir e ver. Em última instância, é difícil perceber se a pintura pode exigir a quem a vê a mesma dedicação e as horas demoradas de quem a fez. Mas a sua adição ao mundo e a sua presença num espaço resultam num incontornável convite a uma demora, um abrandamento do olhar e um parar para ver. Talvez só com este tempo possamos transformar a pintura num lugar para morar devagar.

 
 
Obras de Ana Pais Oliveira
Acções do Documento
 
 
Agenda
Julho
Do
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31
« Julho 2020 »
Newsletter